domingo, 18 de abril de 2010

NAND e NOR




A memória flash NAND (Not AND) trabalha em alta velocidade, faz acesso seqüencial às células de memória e trata-as em conjunto, isto é, em blocos de células, em vez de acessá-las de maneira individual. Essa arquitetura foi introduzida pela Toshiba em 1989. Cada bloco consiste em um determinado número de páginas. As páginas são tipicamente 512, 2048 ou 4096 bytes em tamanho. A página é associada a alguns bytes (tipicamente 12-16 bytes). Atualmente são os tipos de memória mais usados em dispositivos portáteis.


Tamanhos típicos dos blocos:

-> 32 páginas de 512 bytes para cada tamanho de um bloco de 16 kB

-> 64 páginas de 2048 bytes para cada tamanho de um bloco de 128 kB

-> 64 páginas de 4096 bytes para cada tamanho de um bloco de 256 kB

-> 128 páginas de 4096 bytes para cada tamanho de um bloco de 512 kB


Embora a programação seja realizada em uma página base,a exclusão dos dados só pode ser executada em um bloco base. Outra limitação do flash NAND é que um bloco de dados só pode ser escrito seqüencialmente. Número de Operações (NOPs) é o número de vezes que os setores podem ser programados. A maior parte dos dispositivos NAND saem da fábrica com alguns blocos defeituosos, que normalmente são identificados e classificados de acordo com uma determinada marcação de bloco defeituoso. Ao permitir que alguns blocos defeituosos saiam os fabricantes alcançam mais rendimentos do que seria possível, caso todos os blocos fossem bons. Isto reduz significativamente os custos da Memória flash NAND e diminui ligeiramente a capacidade de armazenamento das partes.



Flash NOR:

A memória flash NOR (Not OR) permite acessar os dados da memória de maneira aleatória, mas com baixa velocidade. Foi a primeira a se popularizar, chegando ao mercado em 1988, seus chips possuem uma interface de endereços semelhante à da RAM, sendo utilizado para armazenar o BIOS das placas-mãe e também firmwares de vários dispositivos, que antes eram armazenados em memória ROM ou EPROM. Alguns dos problemas nesse tipo de memória devem-se ao seu alto custo, e ao seu alto tempo de gravação nas células. Mas embora esses problemas existam, ela é largamente utilizada até hoje em celulares, palmtops e firmware. Chegaram a ser empregadas na fabricação das memórias PCMCIA e CompactFlash, mas com a introdução do tipo NAND, desapareceram deste ramo.

Principais diferenças entre NOR e NAND:

<
-> As conexões das células individuais de memória são diferentes.

-> A densidade de armazenamento chips é atualmente mais elevado em memórias NAND.

-> O custo da NOR é muito mais elevado.

-> A NOR permite acessos aleatórios, enquanto a NAND permite apenas acesso sequencial à memória.

-> A leitura é muito mais rápida na NOR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário